Parte do lendário clube noturno Green Valley foi destruído após ‘Ciclone Bomba’ atingir o Sul do Brasil

Um dos principais clubs do mundo, Green Valley, foi devastado por um ciclone que atingiu o Sul do Brasil ontem.

Desde que surgiu pela primeira vez em 2007, o Green Valley se tornou um dos clubs mais decorados do planeta. Na última década, o icônico club hospedou alguns dos principais artistas do mundo, incluindo NervoNora En Pure, Carl Cox, Oliver HeldensClaptoneAlok, Vintage Culture, Cat Dealers e muito mais – além de trazer noites com curadoria de marcas como elrow.

Mas, à medida que o mundo do entretenimento ao vivo continua navegando na pandemia de coronavírus, o Green Valley agora enfrenta uma situação ainda mais devastadora. Durante a madrugada desta quarta-feira (1º), os ventos chegaram a 100 km/h. O desastre deixou dez pessoas mortas e duas desaparecidas na região com inundações e ventos fortes que causaram deslizamentos de terra, derrubaram postes de energia elétrica e também destruíram a pista principal do club.

- Publicidade -
 Créditos: Reprodução/ Renova Midia.

Toda a parte da tenda do local, onde ficava localizada a pista de dança, está destruída, já as demais dependências do clube não foram afetadas.

Um dos primeiros a levar para as mídias sociais e mostrar apoio foi a dupla sul-africana GoldFish, que disse: “Não posso acreditar nas notícias do clube número 1 do mundo @greenvalleybr destruído na noite passada por um ciclone. Tantas memórias incríveis aqui. Green Valley é parte integrante da Dance Music e um local de sonho absoluto para qualquer artista. Enviamos amor e força ao Brasil – 2020 tem sido um desafio após outro, mas vamos dançar novamente. ”

Nosso coração está voltado para os afetados por esse ciclone no Brasil e esperamos que eles possam se recuperar rapidamente. Esta é uma história em desenvolvimento, fique atento para obter mais detalhes à medida que surgirem.

Com informações: edmidentity.com