Bell Roncoli estreia seu set no nosso novo espaço exclusivo para DJanes

Todos sabemos o quão trabalhoso é fazer aquele set especial. São horas de trabalho e pesquisa para deixar o set com a cara que a DJane gostaria, do qual na maioria das vezes também tem a responsabilidade de representar um grande selo como a nossa Diva Bell Roncoli, que está estreando a sua primeira residência internacional em Genebra (Suíça) pelo selo Fly Wish.

Bell é a revelação da cena LGBT. Ela usa e abusa da elegância feminina para conquistar o público por onde passa, e aposta em vertentes eletrônicas que passeiam do Deep House ao Tribal.


“…a pista gosta de cantar, de se emocionar, de ser surpreendida…” Bell Roncoli

Bell nos disse que “o set tem uma vibe alegre, pra cima e com muitos vocais” e isso todos os fãs sabem muito bem, por ser uma de suas principais características. Na opinião dela “a pista gosta de cantar, de se emocionar, de ser surpreendida no meio das batidas marcantes e agitadas do Tribal House”.

Segundo a nossa Diva, o Tribal House tem ganhado cada vez mais força nas pistas ao redor do mundo, e com este set, ela deseja fazer o mesmo com seu trabalho.

VAMOS COM TUDO BELL!!

Podemos dizer que, neste set, Bell teve muitas influências de produtores novatos e mais experientes, em sua maioria brasileiros, e destaca pra gente uma versão repaginada e animadíssima de ‘It´s Raining Men‘ de Thiago Antony, Hello Ft Dragonette do Lovely e os vocais brasileiros do Lapetina.

Falando nisso, temos muitos vocais femininos neste set, e podemos curtir o novo hit Freak da cantora brasileira Amannda e o clássico Cha Cha Boom da também brasileira Nikki Valentine, duas cantoras de talento e carisma na cena LGBT.

Ficou curioso para ouvir este grande lançamento?! Então clique aqui para ouvir o set e conheça o espaço exclusivo da DJane!

Gostaria de ter a sua página exclusiva em nosso site? Entre em contato conosco e saiba mais.

Diego Aganetti, mineiro, vivendo em São Paulo, que chegou nos seus 30 anos de idade e teve diversas experiências nos grandes eventos da cena LGBTQIA+. Atualmente voltou para o mercado de produção de eventos, com sua nova marca SIGN.

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui