Burning Man está leiloando sua obra de arte icônica para arrecadar fundos

Burning Man está leiloando algumas de suas obras de arte icônicas na Sotheby’s New York.

Os organizadores do festival estão leiloando obras de arte com o objetivo de arrecadar fundos, já que o dinheiro está acabando para o festival, com preocupações de que pode não haver fundos suficientes para o festival do deserto acontecer em 2022.

Em um longa – metragem chamado Boundless Space: The Possibilities of Burning Man, Burning Man anunciou o leilão em 30 de setembro.

Depois de assistir à venda inaugural de hip hop da casa de leilões em setembro passado, o membro do conselho do Burning Man e pioneiro do hip hop Fab Five Freddy supostamente teve a ideia de vender arte na Sotheby’s.

O Boundless Space usará os fundos obtidos para apoiar os artistas participantes, garantir a viabilidade de longo prazo da organização sem fins lucrativos e financiar suas iniciativas de Artes e Engajamento Cívico.

O leilão contém uma variedade de esculturas, pinturas, itens colecionáveis, veículos mutantes, NFTs e experiências únicas.

Alguns dos gigantescos carros alegóricos e veículos pelos quais o Burning Man é conhecido, como o Rocket Car de David Best, estão entre os destaques. O Cadillac Sedan DeVille 1973 de 40 pés de comprimento, que pode acomodar até 16 passageiros, deve ser vendido por US $ 50.000 (cerca de R$ 275 mil reais).

A Sotheby’s chamou o diretor de criação David Korins, o designer de produção de Hamilton, da Broadway, que recentemente chefiou a equipe criativa da bem-sucedida exibição “Immersive Van Gogh” em Nova York, para supervisionar a experiência do Burning Man para o público da casa de leilões.

Korins tentou capturar a essência dos conceitos centrais do Burning Man durante a instalação do projeto.

O objetivo do leilão do Burning Man é arrecadar fundos suficientes para manter a organização à tona até janeiro de 2022, quando os ingressos para o evento serão colocados à venda. Em setembro, a CEO do Burning Man, Marian Goodell, confirmou a frágil situação financeira da organização.

Ela disse à Billboard: “Vamos ter que começar a vender ingressos; caso contrário, não temos dinheiro suficiente.”

“Temos dinheiro para chegar mal ao final do ano. Tipo, quase literalmente. Não temos dezembro. O leilão vai ser importante.”

“Dois anos sem nosso evento tiveram um impacto financeiro substancial”, disse Kim Cook, diretora de iniciativas criativas do Burning Man Project, à Artnet News. “Colocamos ênfase na retenção de pessoal e conhecimento – temos pessoas muito experientes que constroem a cidade todos os anos, então nos concentramos em não perder esse conjunto especial de habilidades e conhecimentos.”

O festival Burning Man se descreve como “um experimento anual em uma comunidade temporária dedicada à autoexpressão radical e à autossuficiência radical”.

Burning Man será realizado no deserto de Black Rock, 120 milhas ao norte de Reno, Nevada. As cidades de Empire e Gerlach servem como “guardiãs da região do deserto”.

Para saber mais sobre a exposição e ver o catálogo completo de obras de arte disponíveis para leilão, visite a seção da Sotheby’s aqui.

[Via Mixmag]

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui