Pioneer DJ acaba de ser vendida para uma fabricante de impressoras fotográficas

No ano passado, a Pioneer DJ parecia estar se preparando para uma venda, eles até mudaram o nome da empresa que possui a Pioneer DJ e a Pioneer Pro Audio para “AlphaTheta”. Agora, a enorme empresa de investimentos KKR (que comprou a maior parte da Pioneer DJ da Pioneer Electronics em 2015) está vendendo a propriedade da empresa para a Noritsu, uma fabricante japonesa de máquinas de processamento de fotos.

O “DJ” da Pioneer ainda continuará presente?

Como sempre, com uma venda como essa, os executivos e os comunicados de imprensa da empresa vendida são rápidos em conter os medos de que a empresa mude drasticamente. O comunicado de imprensa oficial observa:

“NOSSOS NEGÓCIOS, OPERAÇÕES, MARCAS, INCLUINDO NOMES DE MARCAS, NÃO SERÃO AFETADOS.

CONTINUAREMOS CONTRIBUINDO PARA A INDÚSTRIA DA MÚSICA COM NOSSOS PRODUTOS INOVADORES E SERVIÇO SUPERIOR ATRAVÉS DAS MARCAS PIONEER DJ, REKORDBOX, KUVO, TORAIZ, PIONEER PROFESSIONAL AUDIO.”

Isso pode ser verdade para resultados específicos voltados para o cliente, mas a realidade da mudança de propriedade geralmente significa que as diretrizes mudam. Isso é algo que veremos apenas os resultados mínimos – em lançamentos de produtos, mudanças organizacionais e de pessoal, preços e assim por diante.

Quais são os detalhes da venda?

A empresa inteira foi comprada por cerca de US $ 606 milhões de dólares – cerca de 2,8 bilhões de reais.

Alguns detalhes mais específicos do acordo foram observados neste artigo do DealStreetAsia (original em inglês):

A Noritsu, listada na Bolsa de Valores de Tóquio, disse que irá adquirir todas as ações da AlphaTheta por 35 bilhões de ienes (324,9 milhões de dólares) e também usará um empréstimo sem recurso de 30 bilhões de ienes para pagar a dívida da empresa-alvo. [..,] A aquisição visa aumentar a rentabilidade dos negócios da empresa e alcançar crescimento no plano de gerenciamento de médio prazo, disse Noritsu em um documento regulatório.

A Noritsu fabrica equipamentos de processamento, impressão e digitalização de fotos, bem como equipamentos de automação de farmácia. Eles também possuem duas empresas diferentes que fabricam outros produtos – como a Teibow, que produz pontas de caneta, cosméticos e muito mais.

Embora a KKR tenha feito uma boa parceria por poder investir na globalização da Pioneer DJ e fornecer um influxo de capital, suspeitamos que a Noritsu possa ter muitos recursos para contribuir com os processos de fabricação atuais dos equipamentos de DJ da Pioneer.

O que a KKR diz?

É interessante ouvir o que a empresa que está vendendo sua propriedade tem a dizer:

Estamos orgulhosos de ter trabalhado com a equipe de gerenciamento e os funcionários da Pioneer DJ, agora AlphaTheta, para ajudar no crescimento dos negócios nos principais mercados globais e acelerar a migração da empresa em direção a um modelo de assinatura de software para alinhar-se às tendências emergentes do setor – tudo como uma empresa autônoma”, disse Hiro Hirano, co-diretor de private equity da KKR Asia Pacific e CEO da KKR Japan, em comunicado divulgado na segunda-feira (2).

O artigo do DealStreetAsia menciona a assinatura de software várias vezes – algo que muitos suspeitam será ainda mais proeminente em uma próxima versão do Rekordbox 6. Será?

O que você acha sobre esta venda da gigante Pioneer DJ? Comente abaixo! Estamos ansiosos por sua opinião.

Fonte: DJ Techtools.

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui