Estado de SP voltará à fase vermelha do Plano São Paulo na próxima segunda-feira (12)

MASP - Museu de Arte de São Paulo / Projeto de Lina Bo Bardi - Avenida Paulista, São Paulo

O estado está na fase emergencial desde o 15 de março. O anúncio oficial foi feito no início da tarde desta sexta-feira (9), em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

O Estado de São Paulo voltará à fase vermelha do Plano São Paulo na próxima segunda-feira (12) e a medida deve valer até pelo menos 18 de abril. Embora exista a previsão de progressão de fase, algumas medidas de restrição continuarão valendo. Cultos religiosos presenciais seguem proibidos e o toque de recolher das 20h às 5h será mantido. O governo mantém também a recomendação do teletrabalho e o escalonamento de horários alternados para os setores de serviços, do comércio e da indústria.

Segue vetado o funcionamento de bares, academias e salões de beleza, além de celebrações religiosas presenciais.

De acordo com as autoridades, a reabertura das lojas de material de construção também será permitida assim que o estado volta à fase vermelha. Além disso, eventos esportivos poderão acontecer sem a presença de público e obedecendo todas as normas sanitárias.

- Publicidade -

Os restaurantes também voltam a ter a autorização para funcionar no esquema take away, onde clientes podem retirar os pedidos diretamente na loja.

Vacinação

Durante a coletiva também foi anunciada a antecipação da vacinação contra Covid-19 dos profissionais da educação do estado. Antes prevista para segunda-feira (12), a imunização será iniciada já neste sábado (10).

“Tínhamos anunciado a vacinação de profissionais da educação a partir de segunda-feira (12). Estamos, portanto, antecipando para este sábado (10)”, disse o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), em entrevista no Palácio dos Bandeirantes.

Garcia disse também que o estado antecipou a imunização das pessoas com mais de 67 anos. Esse grupo, que começaria a ser imunizado na quarta-feira (14), também poderá ser vacinado já a partir de sábado (10).

Leia mais e veja o que pode e não pode na fase vermelha aqui

[Via CNN Brasil]