Paris Hilton testemunha contra centros de “adolescentes problemáticos”

DJ e socialite de 39 anos relata que sofreu abusos físicos e psicológicos no internato em que morou quando tinha 17 anos, testemunhando sobre suas experiências traumatizantes de abuso em um centro de tratamento residencial projetado para “adolescentes problemáticos”.

Aviso: O artigo a seguir pode causar estresse emocional aos leitores.

Hilton testemunhou para fornecer seu apoio ao projeto de lei elaborado para exigir mais supervisão do governo e para documentar o uso de restrições em instalações e centros de tratamento residencial para jovens.

“ELES ME CARREGARAM PARA FORA DE MINHA CASA ENQUANTO EU GRITAVA.”

Paris Hilton

Enquanto prestava seu testemunho angustiante aos legisladores, Hilton começou a chorar. “Eles me carregaram para fora de minha casa enquanto eu gritava a plenos pulmões pela ajuda de meus pais. Fui levada para o aeroporto e separada de tudo e de todos que conhecia e amava.”

Isso pinta uma imagem contrastante da divertida socialite “The Simple Life” que enfeitava a tela de prata durante grande parte do início dos anos 2000.

- Publicidade -

Hilton foi internada contra sua vontade quando ela tinha 16 anos. Seus pais a matricularam na Provo Canyon School, em Utah. Dois funcionários chegaram a sua casa e removeram Paris à força de sua cama enquanto ela dormia. “Eles me perguntaram se eu queria ir do jeito fácil ou do jeito difícil.”

Documentário “This Is Paris”

No documentário original do YouTube de 2020 ‘This is Paris‘, Paris detalha suas experiências no centro de tratamento para adolescentes, comparando-o ao “próprio inferno na terra”.

Paris Hilton documentario capa - Paris Hilton testemunha contra centros de "adolescentes problemáticos"

YouTube e Paris Hilton ‘This Is Paris’

Após o lançamento do documentário, muitos outros sobreviventes de instituições adolescentes se apresentaram. Seu relato encorajou muitos mais a falar sobre o assunto. Hilton e outros incontáveis ​acusaram os funcionários da Provo Canyon School e outras instalações de serem sádicos e malignos. “Fui isolada do mundo exterior e despojada de todos os meus direitos humanos.”

“EU ESTAVA ISOLADA DO MUNDO EXTERIOR”

Paris Hilton

Paris é mais conhecida por suas travessuras na tela e até por sua controversa residência como DJ no Amnesia em Ibiza. No entanto, esta semana nos foi mostrado um lado cru e real da herdeira do hotel.

Uma vez que Hilton compartilhou suas experiências de abuso, uma funcionária de longa data do Provo Canyon que Hilton afirma “se gabar de ter quebrado a Paris Hilton”. foi demitida. Isso foi cerca de vinte anos depois que Paris foi internada pela primeira vez.

Graças ao testemunho de Paris e de vários outros sobreviventes, a medida foi aprovada por unanimidade.

Este projeto vai definitivamente ajudar muitas crianças, mas obviamente há mais trabalho a fazer e não vou parar até que a mudança aconteça”. Hilton disse a repórteres depois que o projeto foi aprovado.

Hashtag em alta #breakingcodesilence

Nas semanas que antecederam a audiência, Hilton divulgou a hashtag #breakingcodesilence, criada para dar voz aos sobreviventes e proteger os adolescentes em instituições residenciais.

Ame-a ou odeie-a, esta semana Paris criou uma vitória para jovens institucionalizados e deu um grande passo no sentido de responsabilizar os agressores.

[ Via EDMTUNES. ]

Foto da capa: (AP Photo/Rick Bowmer)