Reino Unido pode atrasar o relaxamento do bloqueio em pelo menos duas semanas

Infelizmente, parece que o retorno à normalidade do Reino Unido pode ocorrer mais tarde do que o esperado

Na verdade, o roteiro do país para aliviar as restrições do COVID-19 poderia ser adiado em duas semanas. O adiamento daria tempo para que as pessoas com mais de 50 anos fossem totalmente vacinadas.

Os ministros de gabinete Chris Whitty e Sir Patrick Vallance estavam menos otimistas nos últimos dias do que nas semanas anteriores. Isso é causado principalmente pelos dados mais recentes que foram descritos como “bastante sombrios”. Por conta disso, o plano de reabertura de bares e clubs sem máscaras e distanciamento social no dia 21 de junho pode ser adiado. Tanto os donos dos clubs quanto os participantes ficarão desapontados, especialmente depois de eventos piloto que mostraram resultados promissores. No entanto, o atraso é relativamente curto. Uma fonte do gabinete citada em um relatório do The Times disse que o atraso no levantamento das restrições pode ser entre “duas semanas e um mês”.

Aparentemente, os ministros acham que um atraso faz mais sentido do que o confuso levantamento parcial das restrições. O governo não quer voltar a um bloqueio parcial depois que ele for completamente suspenso. Os casos de coronavírus aumentaram nos últimos dias, com um total de 7.393 apenas hoje. Este aumento recente fez com que os especialistas expressassem reservas em relação à proposta de levantamento das restrições.

Até hoje, 40,8 milhões de pessoas foram vacinadas uma vez e 28,8 milhões receberam uma segunda dose. Com mais de 54% da população recebendo duas doses, o Reino Unido certamente está caminhando na direção certa. Em comparação com eles, os EUA têm 42,5% de sua população totalmente vacinada.

- Publicidade -

[Via The Times, EDMTunes]

Especialista em marketing e CEO da DJane Mag UK, a brasileira baseada em Londres, DJ Kerol Garcia, teve sua influência musical de seu pai, um DJ dos anos 80, que acabou inspirando-a a buscar uma carreira na música. Armada com uma paixão e amor pela música, um desejo de causar impacto na indústria musical, amor por viagens e objetivo de criar conexões com as pessoas através da música, Kerol mudou-se para Londres em 2006.

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui