Event Safety Alliance publica guia de reabertura de locais em meio a pandemia

À medida que empresas e locais iniciam o processo de reabertura em meio ao surto de coronavírus, é importante ter diretrizes de segurança em vigor. É por isso que Steven Adelman e Jacob Worek da Event Safety Alliance lançaram um guia de 29 páginas para profissionais de eventos durante a pandemia do COVID-19. Eles coordenaram com mais de 400 profissionais da indústria da música para trazer o melhor de seu conhecimento para as massas.

A Event Safety Alliance® (ESA) é uma organização sem fins lucrativos voltada para a associação dedicada a promover a “segurança da vida em primeiro lugar” em todas as fases da produção e execução do evento.

Um trecho impactante do relatório afirma: “Se pequenos eventos e locais puderem reabrir sem aumentar as taxas de transmissão do COVID-19, abrirá a porta para espaços progressivamente maiores para implementar medidas semelhantes em uma escala maior no futuro. Se, por outro lado, a primeira tentativa de reabertura segura for uma falha, isso atrasaria todo o setor de eventos.”

- Publicidade -

O guia também aponta: “Uma diretiva governamental que permita a reabertura legalmente não significa que você possa fazê-lo com segurança“. Assim, as diretrizes recomendadas incluem, mas não estão limitadas a:

  • Lavar as mãos a cada hora e depois de espirrar, esfregar, fumar, comer, beber, etc.
  • Máscaras necessárias
  • Higienização – maçanetas, torneiras de pia, dispensadores de sabão, botões de elevador, telefones, fontes de água, máquinas de venda automática, lixeiras e computadores, etc.
  • Linhas escalonadas em locais
  • Triagem de temperatura para clientes
  • Escudos de proteção claros para janelas de bilheteria
  • Os empregadores devem fornecer licença médica paga
  • Educar através de aplicativos móveis, sites de venda de ingressos e mídias sociais

Leia o Guia de reabertura da Event Safety Alliance aqui (original em inglês).

Fonte: Billboard.