Vintage Culture, Leftwing : Kody e Anabel Englund se unem para apresentar “Coming Home”

Leftwing : Kody, Anabel Englund e Vintage Culture - Foto: Divulgação.

Há algo muito característico nessa época de Natal e de final de ano, que acaba sendo comum a todos. Essa é a sensação de ‘Coming Home‘. Perfeito para reequilibrar o espírito neste momento místico, o poder melódico deste single é o resultado de uma incrível colaboração entre o aclamado duo britânico Leftwing : Kody, a potência brasileira Vintage Culture e a DJ, cantora e produtora americana Anabel Englund. ‘Coming Home’ é um diamante lançado pela label de Tiësto, Musical Freedom Records.

Simbiose perfeita. Esta é talvez a melhor descrição possível para ‘Coming Home’. Cada um de seus produtores tem uma carreira sólida, brilhante e reconhecida internacionalmente. Todos enfeitaram as paradas de lançamento com trabalhos e colaborações de peso, sendo fortes atores em cada uma de suas artes. Juntos, eles são capazes de um som eclético, elegante e mágico, algo que fica evidente neste single. Esse cruzamento de gêneros não é algo novo para os Leftwing : Kody, que o tornou sua marca registrada. A dupla do Reino Unido tem causado grandes ondas na última década, tanto no mundo underground quanto nos palcos principais, trabalhando exaustivamente em um som novo que leva a batida constante do techno para ambientes mais quentes.

Vintage Culture dispensa apresentações, tendo provado ser uma das estrelas em ascensão mais rápida e sólida dos últimos anos.

Os vocais de Anabel Englund não são menos famosos do que suas habilidades de produção e ambos têm destaque no circuito. Recentemente, o nome da artista americana surgiu ao lado de Oliver Heldens para a produção funky ‘Deja Vu‘. Comentando sobre esta colaboração, Anabel Englund disse:

“Eu queria fazer uma colaboração com Vintage Culture desde que toquei em alguns de seus festivais no Brasil e adoro o que ele fez com a faixa que originalmente comecei com Leftwing: Kody. Esta é uma faixa super temperamental que eu recentemente toquei pela primeira vez e correu tão bem. Foi lindo ver a multidão reagir às letras e batida.”

A melodia de ‘Coming Home’ é delicada, emanando uma tranquilidade catártica e paz. Os vocais de Anabel são fascinantes, hipnotizantes tanto quanto os sons giratórios que prendem você nesta jornada sonora. Embora envolta em energia dark, a faixa é ao mesmo tempo reconfortante, com uma atmosfera vibrante e uma energia contida, mas exuberante. Embora bastante cru em termos de número de camadas e artifício, é requintada. Muitas vezes, menos pode significar mais e este é um bom exemplo. A percussão e os sintetizadores balançam você entre ritmos constantes e grooves quentes, resultando em uma paisagem sonora progressiva, cativante e elegante.

Se você é um(a) fã de música eletrônica moderna e sons refinados, você vai se sentir em casa com ‘Coming Home’. Ouça esta linda faixa abaixo:

[Via We Rave You]

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui