Spotify lança novo recurso estilo Clubhouse, Greenroom

A plataforma de ‘áudio interativo’ permite que os usuários se reúnam em salas ao vivo, com as conversas podendo se tornar podcasts

O Spotify anunciou o lançamento de um novo recurso Greenroom, uma plataforma de áudio ao vivo semelhante ao Clubhouse.

A notícia veio depois que os serviços de streaming adquiriram a empresa responsável pelo app de áudio Locker Room em março.

O Greenroom permitirá que os usuários se reúnam em ‘salas’ de até 1.000 membros, com a opção de converter as conversas realizadas no espaço em podcasts.

Uma nova postagem no blog em seu site explica: “Desde que trouxemos o aplicativo Locker Room, temos trabalhado para expandir seus recursos, com o objetivo de criar uma experiência de áudio ao vivo que encantará criadores e ouvintes em todos os lugares. E queríamos fazer isso com um toque do Spotify que funcionasse como uma extensão do aplicativo já amado por 356 milhões de ouvintes.

Greenroom – Spotify.

“Hoje, estamos disponibilizando o Spotify Greenroom pela primeira vez em sua nova forma, disponível para iOS e Android em mais de 135 mercados ao redor do mundo. Estamos construindo o Greenroom com os criadores e artistas em mente que tornam o Spotify excelente, otimizando a interatividade e as conexões profundas entre os participantes em salas ao vivo.”

O serviço também lançou o Spotify Creator Fund, que permite aos criadores de áudio ao vivo na plataforma monetizarem seu trabalho. Os usuários podem se inscrever aqui.

Em outras notícias, o Spotify está enfrentando uma investigação do Congresso dos EUA sobre seu recurso Modo de descoberta, que permite que os artistas recebam exposição adicional para faixas específicas por meio dos algoritmos de recomendação da plataforma.

Uma carta de funcionários datada de 2 de junho traz preocupações de que o Discovery Mode poderia encorajar uma “corrida para o fundo”, onde os artistas e suas gravadoras “se sentem compelidos a aceitar royalties mais baixos como uma forma necessária de romper um ambiente musical extremamente concorrido e competitivo”.

[Via NME]

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui