Angélica Möller é a única brasileira finalista do Big Break Competition do Beatport em união com a Pioneer DJ

A artista irá fazer uma live para o concurso amanhã, às 11h

O Beatport se uniu à Pioneer DJ para apresentar uma nova competição mensal de DJs que oferecerá aos DJs de todos os gêneros a chance de ganhar grandes prêmios, mostrar suas habilidades e construir sua base de fãs em uma escala global.

Chamado de The Big Break, a cada mês o Beatport selecionará oito finalistas para tocar ao vivo para milhares de ouvintes no Twitch Channel do Beatport usando o Beatport LINK.

Angélica Möller: um nome para gravar e prestar bastante atenção. Sua forte presença tem sido uma marca na vida noturna de São Paulo. Hoje, Angélica é uma DJ reconhecida, e se apresenta desde os clubs mais prestigiados até as festas mais undergrounds. Seguindo uma trajetória consistente, a jovem tem impressionado até a crítica internacional. Um exemplo disso é a participação na competição mundial Big Break. Angélica é uma das oito finalistas do concurso, promovido pelo Beatport e com associação da Pioneer DJ. Amanhã, 26 de fevereiro, de 11h ao meio-dia, a artista irá fazer uma live no canal oficial do Beatport no Twitch. Certeza de faixas animadas neste set. Fique ligado!

Angelica Moller e a unica brasileira finalista do Big Break Competition do Beatport em uniao com a Pioneer DJ 1024x1024 - Angélica Möller é a única brasileira finalista do Big Break Competition do Beatport em união com a Pioneer DJ

O concurso convidou DJ's de todo o mundo a participarem. Cada um deles gravou um mix (áudio + vídeo) de 20 minutos usando o Beatport Link, serviço de streaming para DJs do Beatport. Na primeira fase da competição foram escolhidos oito finalistas, que terão a oportunidade de performar num set de uma hora no canal do Beatport no Twitch, além de concorrer a prêmios. Dentre os selecionados, serão escolhidos o 1º, 2º e 3ª lugar. Btriz, DJ Valak, Essence, Keemmiuk, Mike Gorohov, Moophy e Sugar Sweetie completam o time de finalistas e disputam o prêmio com Angélica.

Entre tantos competidores, Angélica alcançou o top 8 da competição e mostra simplicidade para explicar como conquistou o feito. “Montei um set com minhas maiores influências musicais, não me prendi a vertentes, mostrei minha técnica e pesquisa. Só posso acreditar que eles gostaram do que viram e ouviram”, conta.

Feliz com a oportunidade, a jovem representa o Brasil na competição. “Foi muito gratificante descobrir que estou entre os finalistas. A pandemia do novo coronavírus não tem sido fácil para os artistas. O cenário mundial de saúde nos deixou em casa sem trabalhar. Muitos tiveram, inclusive, que trocar de profissão para se sustentar. Descobri sobre a competição dois dias antes do encerramento do prazo, então precisei correr para conseguir gravar o mix em casa e me inscrever”, conta.

- Publicidade -

Sempre desbravando novas pistas e conquistando novas metas, Angélica é apaixonada pelo que faz. Não está preocupada com a premiação, mas sim pelo reconhecimento do trabalho que vem desenvolvendo. “Saber que tinha DJs do mundo todo participando e conseguir ficar entre os finalistas deu aquele up no ânimo”, destaca.

Um grupo de jurados da Pioneer DJ e a equipe de curadoria do Beatport avaliaram cada apresentação e selecionaram as oito melhores. “Os jurados são um time de profissionais da indústria musical que entendem muito do assunto. Ter sido escolhida por eles têm um grande peso e me deu muita satisfação”, ressalta.

Quem quiser conferir, o vídeo de aplicação da Angélica está disponível no Vimeo.

Promessa de grandes shows

Angélica é uma mulher de atitude, intensa e apaixonada por música. Suas batidas deep house seduzem muitos fãs. Desde cedo, desponta na cena eletrônica e é figura marcada nas melhores festas e clubs ao redor do mundo. House, funk, soul estão na lista de influências e pesquisas da artista.

WhatsApp Image 2021 02 25 at 20.47.31 1 682x1024 - Angélica Möller é a única brasileira finalista do Big Break Competition do Beatport em união com a Pioneer DJ
Angélica Möller – Foto Instagram

Por festivais, ela tem passagens pelo Burning Man, Dekmantel, DGTL, entre outros. A lista de eventos pelos quais Angélica passou é extensa: Lacoste, Arezzo, Chilli Beans, Levis, Triton, Ellus, AMP, Casa de Criadores, Mega Polo, Tova, Tuart, Bayer, Belas Artes etc. A jovem já tocou também nas pistas dos clubs Residencia Bar Secreto, Residência Club Yacht, D.Edge, Audio Club, Lions Nightclub, Casa 92, Cine Jóia, Jerome, Tokyo, Studio Dama, Bar de Cima, Pan Am, Hot Hot, Tex, Astronete, NY Lounge (Maringá), Club 88 (Campinas), Francisca del Fuego (Buenos Aires), QXT’s (New Jersey) e Stidilä (Helsinki).

Carreira

Sua estreia atrás dos decks foi em 2012 e, desde então, já passou por diversas cidades do Brasil e do mundo demostrando suas diversas influências em envolventes jornadas sonoras, variando por vertentes da música eletrônica sem perder sua identidade. Batidas aceleradas e intensas são a força-motriz da performance da DJ.

De festas subalternas a eventos glamourosos com batidas contagiosas, Angélica imprime sua marca em qualquer tipo de palco. Animação, alegria e muitos sorrisos é o que gosta de ver na pista, seja na noite ou em eventos e, para isto, traz o som que melhor se encaixa em cada momento com uma sensibilidade única.

Siga Angélica Möller:

FacebookInstagramSoundCloud

0 0 vote
Avaliação do artigo
Inscrever-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Opiniões em linha
Ver todos os comentários