Cena eletrônica do Reino Unido lança #LetUsDance, uma campanha de apoio a clubs prejudicados pela COVID-19

Adam Beyer, Charlotte De Witte, Fatboy Slim, Thom Yorke e mais apoiam o movimento

O setor de dance music do Reino Unido está pedindo ajuda do governo em meio ao surto de coronavírus (COVID-19).

Com shows, festivais e turnês inteiras em espera, DJs, produtores e promoters lançaram o #LetUsDance. A iniciativa está focada na cena club, que exige ser incluída no recém-anunciado fundo de apoio de 1,57 bilhões de libras.

- Publicidade -

Os artistas que apoiam o movimento #LetUsDance incluem: Adam Beyer, Andy C, Caribou, Charlotte De Witte, Daniel Avery, Eats Everything, Fatboy Slim, Four Tet, Danny Rampling, Maya Jane Coles, Massive Attack, Mistajam, Norman Jay, Pete Tong, Roni Size, Simone Butler e Thom Yorke.

Michael Kill, da Night Industries Industries Association, declarou publicamente:

A NTIA saúda calorosamente o anúncio do governo de que 1,57 bilhão de libras fornecerá uma tábua de salvação para organizações culturais e patrimoniais vitais. Mas estamos ansiosos para obter garantias … de que os locais de dance music e as boates serão elegíveis para se candidatar ao financiamento e que não serão reservados apenas para locais como o Royal Albert Hall e o West End. O Reino Unido é o lar de uma gama rica e diversificada de instituições, todas elas com direito a esse investimento

A hashtag solicita que os fãs de dance music publiquem suas fotos e vídeos pré-COVID e pré-bloqueio favoritos para mostrar a importância desses eventos para a comunidade e a cultura. Se você postar, use a hashtag #LetUsDance.

Com informações: Complete Music Update.